quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Certeza da pessoa certa

Certeza da pessoa certa - Esteja atento ao namoro (por Nilbe Shlishia)

Uma das maiores dúvidas que acompanham alguns casais de namorados antes de tomar a decisão de subir ao altar é saber se a pessoa escolhida é a certa para viver ao lado pelo resto de sua vida.

Ninguém pode ter certeza absoluta, de uma vez só, pois ela só virá com o tempo. É a intimidade com Deus que vai fazer com que algumas coisas sejam observadas com maior clareza. Se a pessoa for incrédula, imoral e estiver distante dos caminhos do Senhor, certamente será pedra de tropeço e obviamente não é uma escolha de Deus, porque não está ainda preparada para um relacionamento. Por isso é tão importante estar atento ao namoro. Embora muitos pensem que o namoro é um tempo destinado a beijinhos e abraços, Deus prepara esse tempo para que o casal de amigos conheça mais a personalidade e o jeito do outro com quem está se relacionando.

É na Palavra de Deus que o casal de namorados encontra as diretrizes para uma vida feliz. Na Bíblia está um manual de respostas para todos os assuntos que englobam a vida do ser humano, em todos os aspectos. Deus se preocupou tanto com a vida sentimental de seus filhos que em vários livros da Bíblia orienta sobre escolhas, condução de comportamentos até o matrimônio e a vida conjugal feliz.

Existem pessoas que mesmo observando erros graves nos períodos de namoro e noivado levam a relação até o casamento. Elas acham que após o matrimônio tudo vai mudar. Ora, por que então não muda antes de casar? O mesmo Deus que ela crê que vai mudar depois pode mudar antes, se de fato quiser os dois juntos.

Nos dias de hoje, muitos jovens casam pensando apenas na sua própria felicidade e não em fazer o futuro cônjuge feliz. Na primeira decepção, acham que não era bem aquilo que queriam e acabam se frustrando.

Se não começarem o relacionamento dispostos a ceder um pelo o outro, ainda nas fases de namoro e noivado, certamente o casamento será um desastre.

É preciso avaliar, desde o princípio, se a relação de namoro e de noivado sobrevive a abrir mão de um relacionamento abrasado. Se não, melhor esquecer. O sexo dentro do casamento, embora seja peça importantíssima na vida do homem e da mulher, jamais será o alicerce. Somente o amor verdadeiro é capaz de suportar todas as coisas.

Para se fazer uma escolha certa não há segredo! É preciso somente observar, não com o coração, mas com o espírito. Deus não é Deus de confusão. O que pertence a Ele flui, pois às bênçãos não são acrescentadas dores.

0 comentários:

 
©2008-2009 Por Stéphanie